Postos deverão manter preço do combustível em local visível

8 de abril de 2011 ·

A Câmara Municipal aprovou com unanimidade na noite de terça-feira, 5, durante a 95ª sessão ordinária o Projeto de Lei nº 11/2011 de autoria do presidente, Adriano Corazzari (PSB) subscrito pelos demais vereadores, que obriga os postos revendedores tornarem visíveis os preços dos combustíveis comercializados, além de identificar os órgãos reguladores certificados a atestar a qualidade dos produtos.

O projeto ainda traz a obrigatoriedade dos postos exibirem o percentual da diferença verificada entre os preços do litro do etanol hidratado e da gasolina comum, para que o consumidor veja qual forma de abastecimento é mais vantajosa no caso dos veículos bicombustíveis. “Com o constante aumento da frota de veículos modelo “flexfuel”, surge a necessidade de avaliação por parte do consumidor sobre qual combustível é mais vantajoso, objetivando a maximização de seus recursos financeiros”, justificou o autor no projeto.

Segundo a proposta, sugerida pela Associação de Desenvolvimento Cultual e Artístico do Bairro da Capela, as placas deverão ter tamanho compatível com a quantidade das informações prestadas, de modo que o consumidor possa visualizá-las, do interior do seu veículo, com rapidez e facilidade. No caso do descumprimento da lei, multa será aplicada no valor de dez unidades fiscais do município.

1 comentários:

Adriano disse...
14 de abril de 2011 13:30  

Parabéns vereador pelo belo trabalho ! A Comunidade agradece !

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget